Seja bem-vindo(a) ao Site da Paróquia São Pedro de Ponte Nova (MG)

20 de julho de 2024 . Acesse nossas Redes Sociais

Notícias

10/02 Notícias da Igreja CNBB disponibiliza série em vídeo e áudio com episódios sobre a CF 2023 para emissoras de TV e rádios católicas
Compartilhar

A Assessoria de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) produziu uma série de quatro episódios, em vídeo e áudio, para as emissoras de TV e Rádio de inspiração Católica e redes sociais, sobre a Campanha da Fraternidade 2023, que tem como tema “Fraternidade e Fome” e o lema “Dai-lhes vós mesmos de comer!” (Mt 14,16).  A série tem roteiros de Bruno Feittosa, edição final de Caio Lima e direção de Luiz Lopes.

A série poderá ser conferida na TV Aparecida: terças e quintas-feiras, às 17h40, no programa Aparecida Interessa ao Brasil e às quartas-feiras no Igreja em Saída, às 11h35, na TV Pai Eterno: às quartas-feiras no Igreja em Saída, às 11h35 e emissoras parceiras, na Rádio Aparecida: às quartas-feiras no CNBB no Rádio, a partir das 7h20 e nas rádios articuladas pelo setor de rádios da Signis Brasil, às sextas-feiras no Conexão CNBB no Jornal Brasil Hoje, às 7h23. Os episódios constarão também no site Campanhascnbb.org.br

Temas abordados

O material, com episódios de curta duração, é apresentado pelo jornalista Bruno Feittosa e aborda o objetivo e as iniciativas sugeridas pela Campanha da Fraternidade 2023 na mobilização em torno ao combate à fome no Brasil. Os episódios apresentam também uma reflexão sobre a inspiração bíblica da campanha: “Dai-lhes vós mesmos de comer!”.

A série orienta ainda como os fieis e as comunidades podem colaborar com o gesto concreto da Campanha, que é a Coleta Nacional da Solidariedade, a ser realizada no domingo de Ramos, dia 2 de abril. Os recursos da coleta destinam-se a apoiar iniciativas da Igreja no Brasil, em todos os níveis, e de outras organizações acompanhadas pelo Fundo Nacional de Solidariedade, o FNS, sempre em sintonia com o tema da campanha e com o edital a ser divulgado.

O objetivo dessa série é colaborar na preparação de lideranças regionais, diocesanas, paroquiais e comunitárias para desenvolver a temática da Campanha da Fraternidade 2023 em suas realidades concretas, por meio de reflexão fundamentada na realidade e na Palavra de Deus, em vista da ação eclesial sociotransfomadora da Igreja.

No site da Campanha da Fraternidade 2023 estão disponíveis os diversos materiais e conteúdos sobre a campanha, assim como os subsídios que podem ser adquiridos no site da Edições CNBB. No nosso canal da CNBB no Youtube tem uma playlist com a formação sobre a CF 2023 dividida em cinco vídeo-aulas, as quais abordam os pontos principais contidos no texto-base.

4 Episódios

No primeiro episódio, secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, apresenta o objetivo da campanha e faz um alerta para a tragédia da fome que volta a assolar o Brasil, atingindo cerca de 33 milhões de brasileiros, conforme atesta o II Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil (II Vigisan) de abril de 2022 da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania Alimentar e Nutricional (PENSSAN).

O segundo episódio aborda a inspiração bíblica “Dai-lhes vós mesmo de comer”, que está em Mateus capítulo 14, versículo 16 e busca facilitar a compreensão do texto bíblico norteador dessa campanha. Quem explica é a assessora da Comissão Episcopal de Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Mariana Venâncio.

O terceiro episódio apresenta diversas iniciativas que o Brasil já realiza no combate à fome como foi a mobilização da Ação Emergencial – É Tempo de Cuidar,  realizada durante a pandemia da Covid-19, que nas duas fases arrecadou mais de 30 milhões de itens alimentícios em todo o Brasil. O convidado para falar sobre as ações solidárias foi o assessor do Setor de Campanhas da CNBB, padre Jean Poul Hansen.

Para encerrar, o quarto episódio traz a importância do gesto concreto da CF, que é a Coleta da Solidariedade, que têm contribuído para a promoção da dignidade humana, o compromisso com os pobres e com a vida. Quem fala da importância do engajamento dos cristãos católicos na coleta é o subsecretário-geral da CNBB, padre Patriky Samuel Batista.

Onde assistir e ouvir

TV Aparecida: terças e quintas-feiras, às 17h40, no Aparecida Interessa ao Brasil e às quartas-feiras no Igreja em Saída, às 11h35
TV Pai Eterno: às quartas-feiras no Igreja em Saída, às 11h35 e emissoras parceiras
Rádio Aparecida: às quartas-feiras no CNBB no Rádio, a partir das 7h20
Rede Signis Brasil Rádio: às sextas-feiras no Conexão CNBB no Jornal Brasil Hoje, às 7h23

A fome no Brasil

O Brasil voltou ao Mapa da Fome, ou seja, mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras vivem sem ter o que comer não ou tem certeza se conseguirá comida ou precisa reduzir a qualidade e/ou quantidade dos alimentos. Esse diagnóstico está no relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) divulgado em julho deste ano.

O levantamento mostra que quase 30% da população brasileira vive insegurança alimentar moderada ou grave no país. Os dados são do período de 2019 a 2021. O novo relatório mostra um forte agravamento da situação no Brasil. Entre 2014 e 2016, esse contingente era de 37,5 milhões de pessoas com insegurança alimentar, dentre elas 3,9 milhões em condição grave – número quase quatro vezes menor do que hoje.

A Igreja no Brasil e o tema da fome

Cartaz CF 1985

O tema da fome foi abordado na Campanha de 1985. Dois grandes eventos marcaram a Igreja no Brasil em 1985: a realização do 11º congresso Eucarístico Nacional realizado em Aparecida (SP) e a Campanha da Fraternidade. Ambas as iniciativas receberam o mesmo lema “pão para quem tem fome”. Um dos grandes temas refletidos foi o cenário da fome apresentado como “um problema crucial”.

Na encíclica Fratelli Tutti, o Papa Francisco fala do escândalo da fome e chama o atual sistema de assassino: “As crises sociais, políticas e econômicas fazem morrer à fome milhões de crianças, já reduzidas a esqueletos humanos por causa da pobreza e da fome; reina um inaceitável silêncio internacional” (nº 29).

O Santo Padre adverte ainda que “a política mundial não pode deixar de colocar entre seus objetivos principais e irrenunciáveis o eliminar efetivamente a fome. Com efeito, quando a especulação financeira condiciona o preço dos alimentos, tratando-os como uma mercadora qualquer, milhões de pessoas sofrem e morrem de fome… a fome é criminosa e a alimentação é um direito inalienável”(nº 189).

Saiba mais:
Mais informações sobre a CF 2023 acesse o site de Campanhas da CNBB 
CNBB disponibiliza vídeos da CF 2023 a ser veiculados nas TVS católicas e em redes sociais – CNBB
Hino e videoclipe da CF 2023

CNBB

VEJA TAMBÉM